NW Software

(19) 3475-4141

A importância do Just in Time para a indústria

A importância do Just in Time para a indústria

Um grande desafio para quem depende de logística é entregar o produto certo, no momento certo, no local combinado e com o menor preço possível. Conseguir aliar todos estes fatores é uma de suma importância para o sucesso de uma operação logística, é uma metodologia que pode ajudar muito nisso é o: Just in Time. 

Via de regra, o principal problema das indústrias é conseguir aliar a demanda com o estoque e o prazo de entrega, sem aumentar o preço final. Para conseguir efetuar entregas rápidas, uma estratégia muito utilizada é aumentar o estoque, o que aumenta também os custos de armazenagem. E é justamente aí que entra o Just in Time.

Origem do Just in Time 

Oriundo do Japão, em meados da década de 70, o Just in Time (JIT) tem sua ideia básica e seu desenvolvimento creditados à Toyota Motor Company, que trabalhava em busca de um sistema de administração que alinhasse a produção com a demanda específica de diferentes modelos e cores de veículos com o mínimo de atraso possível. 

O sistema de “puxar” a produção a partir da demanda e produzir somente aquilo que é necessário, na quantidade necessária, ficou conhecido nos países do Ocidente como Kanban. 

O nome Kanban é dado aos cartões que são utilizados para autorizar a produção e movimentação de itens ao longo de um processo produtivo.  

Porém, o JIT é considerado muito mais do que um conjunto de técnicas de administração de produção: trata-se de uma completa filosofia que ajuda no gerenciamento dos processos encontrados ao longo da cadeia produtiva.

Nesta filosofia, prega-se que nada deve ser produzido, transportado, vendido ou adquirido antes da hora. O método JIT tem sido cada vez mais adotado por indústrias, em geral, com o propósito de tornar o trabalho da manufatura mais inteligente e com menos desperdício. 

Benefícios do Just in Time

Com o Just in Time, na prática, existe um desperdício menor, pois há menos estoque parado e menos gastos de materiais, pois tudo que é produzido é também comercializado. 

Confira algumas expressões que são geralmente utilizadas para demonstrar aspectos da metodologia:

  • Produção em estoque 
  • Eliminação de desperdício 
  • Manufatura de fluxo contínuo
  • Esforço contínuo na redução de problemas 
  • Melhoria contínua dos processos 

Na filosofia do JIT, os estoques são considerados um problema pois representam ineficiência no processo produtivo, afinal, o Just in Time visa um sistema de manufatura cujo objetivo é otimizar processos e procedimentos por meio da contínua redução de desperdício. 

A seguir, confira alguns benefícios:

  • Melhora a produtividade
  • Reduz desperdícios 
  • Melhora a gestão de estoque 
  • Elimina erros frequentes 
  • Eleva os níveis de qualidade da produção 

Como um sistema ERP pode ajudar no Just in Time?

Uma vez que a filosofia Just in Time se trata de uma filosofia pautada na transparência, é  fundamental que os dados da produção estejam sempre atualizados e disponíveis. 

Um bom sistema de gestão deve ser capaz de fazer a automatização de processos, eliminando erros manuais, monitorando toda a cadeia produtiva, gerenciando máquinas, entregas, fornecedores e muito mais.

Um sistema ERP serve, ainda, para fazer a integração entre diversos setores de uma empresa, como estoques e vendas, incrementando todo o fluxo de produção. 

Com um sistema ERP, existem muitas vantagens para aplicação do Just in Time, tais quais a produção por demanda, controlada pelo ERP; planejamento das etapas de processos; gerenciamento de estoque; eliminação de erros manuais; monitoramento constante e aumento do nível de qualidade da produção. 

Com um sistema da NW, fica muito mais simples de se aplicar a filosofia que vem melhorando a produção das indústrias. Conheça nosso sistema e aproveite para começar a implementar a metodologia no seu negócio!